Arquivo mensal: dezembro 2010

Ensaio aberto no Passeio Público

Richell Martins, Caio Castelo, Lorena Nunes, Jairo Ponte e João Paulo Peixoto no Passeio Público

Fim de tarde atípico para um domingo. Com o comércio a pleno vapor e mobilizado em torno da temporada natalina, o Centro da cidade era ebulição de gente, carros e movimento. Mas esse mesmo coro desafinado das ruas formado por buzinas, estalos, vozes, apitos e caixas de som ganhava melodia, ritmo, cadência e acordes simplesmente ao cruzar as grades do Passeio Público.

Em meio a toda a correria que se passava no entorno, o local fez-se oásis do bairro ao abrigar, neste 19 de dezembro, um encontro protagonizado por alguns dos representantes mais significativos da atual música cearense e um público cheio de vida e interesse. O ensaio aberto é um evento realizado no terceiro domingo de cada mês e tem como proposta oferecer espaço a músicos e compositores interessados em expor suas obras e interagir com outros artistas, fomentando a produção. Nesta edição, estiveram presentes o cantor e compositor Fernando Rosa, membros do Comparsas da Vivenda e membros do Bora.

Carlos Hardy abriu a tarde tocando “Mesmo que seja tarde”, parceria sua com Alan Mendonça que figura entre as faixas do disco do Bora, entre outras. Depois, foi a vez dos Comparsas da Vivenda ocuparem o palco, com Lorena Nunes cantando “Sal”, de Caio Castelo e Samuel Goes, e Richell Martins apresentando em primeira mão a recém composta “Margem”, parceria entre Caio Castelo e João Paulo Peixoto. Após as primeiras “canjas”, Fernando Rosa fez a principal apresentação da noite acompanhado pelo percussionista Jefferson Portela e com participação de Davi Silvino, que mais tarde também tocou uma parceria com Alan Mendonça, a música “Bora!”.

Entre um show e outro, o depoimento da dona Carmecita, que estava no Passeio em ocasião de seu aniversário, emocionou a todos com suas palavras de incentivo sobre como estava gostando daquela tarde. As apresentações seguiram e o céu já estava escuro quando Joyce Custódio se apresentou, com participação do comparsa Jairo Ponte na gaita, que também tocou trompete com o Água de Quartinha. Além deles, outros grandes nomes contribuíram para engrossar a canja, como os boreiros Wilton Matos, Felipe Breier e Renegados, além de um bis dos Comparsas, dessa vez com Richell Martins em “Arranho” e Lorena Nunes e Caio Castelo em “Porém”.

O ensaio aberto no Passeio é uma excelente oportunidade não apenas para se apreciar e conhecer música de qualidade, como também para passar um domingo agradável num espaço permeado por amizades e talentos. E é por isso que estaremos com certeza na próxima edição, em janeiro. Até lá e votos de natal e ano novo cheios de música e satisfação.

Anúncios
Etiquetado , , ,
%d blogueiros gostam disto: